​"Educar é contar histórias.
Contar histórias é transformar a vida na brincadeira mais séria da sociedade”                
Augusto Cury
Metodologia - High Scope

 

       Todo o trabalho desenvolvido na creche e jardim de infância tem como fonte de inspiração o modelo High/Scope. Este modelo americano, surge em 1962, e elege a aprendizagem pela ação (tendo como corpo central o processo de planear – fazer – rever).                                         
            Aprendizagem pela Acção

 

        Através da aprendizagem pela ação – viver experiências diretas e imediatas e retirar delas significado através da reflexão – as crianças pequenas constroem o conhecimento que as ajuda a dar sentido ao mundo. O poder da aprendizagem ativa vem da iniciativa pessoal. As crianças agem no seu desejo inato de explorar; colocam questões sobre pessoas, materiais, acontecimentos e ideias que lhe provocam curiosidade e procuram as respostas; resolvem problemas que interferem com os seus objetivos; e criam novas estratégias para por em prática.
            Ao perseguirem as suas intenções, as crianças envolvem-se invariavelmente em experiências chave - interações criativas e permanentes com pessoas, materiais e ideias que promovem o crescimento intelectual, emocional, social e físico. As experiência-chave levam as crianças, por exemplo, a fazer de conta, a desempenhar papéis, a brincar com a linguagem, a construir relações com outras crianças e adultos, a expressão criatividade através do movimento, da canção, da classificação e do emparelhamento, da contagem, do encaixe e da separação de objetos ou mesmo da antecipação de acontecimentos.
           A extensão com que os adultos apoiam as iniciativas das crianças e compreendem as suas ações em termos de experiência - chave determina o sucesso dos adultos na implementação da abordagem pré-escolar High/Scope.
            "O educador é responsável pelo conhecimento dos indivíduos e pelo conhecimento do assunto - tema, os quais permitirão que as atividades sejam selecionadas, e levarão a uma organização social no qual todos os indivíduos têm oportunidade de contribuir com qualquer coisa e na qual os principais transmissores do controlo são as atividades em que todos participam...".                                                      
              “Quando a educação é baseada na experiência e a experiência educativa é vista como um processo social… o professor perde a posição de patrão ou de ditador das atividades de grupo e assume a de líder."
 
                                                          John Dewey (1933,pp. 56, 59, 71)